Contabilidade imposto de renda: Atualização 2024 

Em um cenário empresarial em constante evolução, as nuances fiscais e tributárias desempenham um papel vital na gestão financeira das organizações. No universo da contabilidade, a compreensão detalhada do Imposto de Renda é essencial para a conformidade legal e a otimização financeira das empresas. 

À medida que ingressamos no ano de 2024, este artigo se propõe a explorar as atualizações mais recentes relacionadas à Contabilidade do Imposto de Renda. Analisaremos as mudanças normativas, estratégias de conformidade e práticas recomendadas para assegurar que as empresas estejam alinhadas com as exigências fiscais mais recentes. 

Se você busca manter sua empresa atualizada e em conformidade no complexo panorama tributário, este guia é um recurso indispensável para navegar pelas intricadas águas da Contabilidade do Imposto de Renda em 2024.

O que é Imposto de Renda na contabilidade?

O Imposto de Renda, na contabilidade, refere-se a uma obrigação tributária imposta pelo governo sobre os ganhos e rendimentos de pessoas físicas e jurídicas. Esse imposto é uma fonte significativa de receita para os governos e é utilizado para financiar uma variedade de serviços públicos, como saúde, educação, infraestrutura e outros.

Na contabilidade, o Imposto de Renda é geralmente dividido em duas categorias principais:

Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF)

Incide sobre os ganhos e rendimentos das pessoas físicas, como salários, aluguéis, lucros de investimentos, entre outros. Cada pessoa física é obrigada a realizar a declaração de Imposto de Renda anualmente, e o valor devido é calculado com base na tabela progressiva de alíquotas estabelecida pela Receita Federal.

Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)

Aplica-se às empresas e organizações. O cálculo do IRPJ envolve a tributação sobre o lucro líquido obtido pela empresa. As empresas são obrigadas a declarar seus ganhos, despesas e lucros, sendo aplicadas alíquotas específicas sobre o resultado. Existem diferentes formas de apuração do IRPJ, como o Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional, cada uma com suas particularidades e regras específicas.

A contabilidade desempenha um papel crucial na gestão e apuração do Imposto de Renda. Profissionais contábeis trabalham para garantir que as empresas cumpram as obrigações fiscais, mantenham registros precisos e adotem estratégias que otimizem a carga tributária dentro dos parâmetros legais estabelecidos. A conformidade com as normas fiscais e a exatidão na declaração são aspectos essenciais para evitar penalidades e manter a integridade financeira da empresa.

O que contabiliza para Imposto de Renda?

Para a correta apuração do Imposto de Renda, tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas, diversos itens e transações precisam ser contabilizados. Abaixo estão alguns dos principais aspectos que são contabilizados para a apuração do Imposto de Renda:

Para Pessoa Física (IRPF):

 

  • Rendimentos Tributáveis: Incluem salários, aluguéis, ganhos de aplicações financeiras, pensões, entre outros.
  • Despesas Dedutíveis: Certas despesas podem ser deduzidas, como despesas médicas, despesas com educação, contribuições previdenciárias, entre outras.
  • Ganhos de Capital: Lucros obtidos com a venda de bens (imóveis, por exemplo) são contabilizados.
  • Investimentos: endimentos e movimentações em investimentos, como ações e fundos de investimento, devem ser registrados.
  • Dívidas e Obrigações: ívidas e obrigações financeiras podem impactar a base de cálculo do IRPF.

Para Pessoa Jurídica (IRPJ):

 

  • Receitas e Faturamento: Todas as receitas e faturamento da empresa precisam ser contabilizados para apurar o lucro bruto.
  • Despesas Dedutíveis: Despesas operacionais e dedutíveis, como salários, aluguéis, despesas administrativas, podem reduzir o lucro tributável.
  • Amortização e Depreciação: O valor da amortização de ativos intangíveis e a depreciação de bens físicos afetam o lucro tributável.
  • Provisões e Reservas: Provisões para contingências e reservas de lucros também são contabilizadas.
  • Despesas Financeiras: Juros e outras despesas financeiras devem ser registrados.
  • Ganhos e Perdas: Ganhos e perdas de capital, assim como outros resultados não operacionais, impactam a apuração do IRPJ.
  • Incentivos Fiscais e Benefícios: Algumas empresas podem ter direito a benefícios fiscais e incentivos que precisam ser contabilizados.

É importante ressaltar que as regras específicas podem variar conforme a legislação vigente e o regime tributário adotado pela pessoa jurídica. Contar com o suporte de profissionais contábeis especializados é crucial para garantir a conformidade com as normas e a otimização da carga tributária.

O que é novidade no Imposto de Renda 2024

Fonte de imagem: Estadão

Isenção Ampliada:

  • Faixa de isenção aumentada para R$ 2.824,00 (equivalente a 2 salários mínimos). Isso significa que pessoas com renda bruta mensal até esse valor não pagarão imposto de renda.
  • Aumento do limite para dedução do desconto simplificado para R$ 564,80.

Outras Mudanças:

  • Aumento da tabela progressiva do imposto de renda em 6,97%. Isso significa que as demais faixas de renda também tiveram seus valores reajustados.
  • Isenção do 13º salário para aposentados e pensionistas que recebem até R$ 2.824,00.
  • Correção da tabela de pensão alimentícia.

Novidades para 2024:

  • Criação do Carnê-Leão digital: O Carnê-Leão digital permitirá que os contribuintes paguem o imposto de renda em cota única ou parcelado, diretamente no site da Receita Federal.
  • Declaração pré-preenchida com mais informações: A declaração pré-preenchida estará disponível para mais contribuintes em 2024, incluindo informações sobre investimentos, criptomoedas e doações.

Para mais informações consulte o site da Receita Federal

Observações:

  • As informações acima são apenas um resumo das principais novidades do Imposto de Renda 2024.
  • Para ter certeza de que você está em conformidade com a legislação, consulte um contador profissional especializado.

Quem precisa declarar o imposto de renda?

De acordo com a Instrução Normativa RFB nº 1.888/2019, são obrigados a declarar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) em 2024 os contribuintes que se enquadram em pelo menos uma das seguintes situações no ano de 2023:

Rendimentos tributáveis:

  • Recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.expand_more Incluem-se aqui salários, pró-labore, aposentadoria, pensões, aluguéis, entre outros.
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte acima de R$ 40.000,00. São exemplos: 13º salário, indenização trabalhista, bolsa de estudo, etc.

Bens e direitos:

  • Possuía bens ou direitos, inclusive a própria residência, com valor total superior a R$ 300.000,00 em 31 de dezembro de 2023.exclamation

Outras situações:

  • Realizou operações em bolsas de valores, mesmo que não tenha tido lucro.
  • Teve ganhos de capital na venda de bens ou direitos sujeitos à tributação.
  • Passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês de 2023. 
  • Optou pela tributação no Brasil de seus rendimentos no exterior.
  • Vendeu um imóvel residencial e comprou outro no prazo de 180 dias, mas não se enquadrou nas regras de isenção do imposto.
  • Titulares de imóveis rurais que obtiveram receita bruta anual superior a R$ 142.798,50.
  • Optou pelo desconto simplificado no Imposto de Renda de 2022.

É importante lembrar que a Receita Federal pode alterar as regras a qualquer momento. Por isso, é sempre recomendável consultar o site da Receita Federal ou um profissional especializado para verificar se você está obrigado a declarar o Imposto de Renda.

Para mais informações leia a Instrução Normativa RFB nº 1.888/2019

Qual o prazo para entrega do IRPF em 2024?

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) em 2024 será de 15 de março a 31 de maio de 2024. Essa data é válida para todos os contribuintes, independentemente do seu grupo prioritário.

Fique atento:

  • A entrega da declaração fora do prazo pode resultar em multa de 1% ao mês sobre o imposto devido, com valor mínimo de R$ 165,74.
  • É importante organizar a documentação necessária com antecedência para evitar atrasos.

Quanto um contador cobra para fazer a declaração de imposto de renda?

Os honorários cobrados por um contador para realizar a declaração de Imposto de Renda podem variar significativamente com base em vários fatores. Alguns desses fatores incluem a complexidade da declaração, o tipo de renda e ativos envolvidos, a quantidade de documentos a serem analisados e a região geográfica. Além disso, a reputação e experiência do contador também podem influenciar os custos.

Em geral, os honorários de um contador para a declaração de Imposto de Renda podem ser cobrados de diferentes maneiras:

  • Por Hora de Serviço:

    • Alguns contadores cobram um valor fixo por hora de trabalho dedicado à preparação da declaração. A taxa horária pode variar com base na experiência do contador e na região.
  • Por Formulário ou Complexidade:

    • Outros contadores podem cobrar com base no número de formulários fiscais que precisam ser preenchidos ou na complexidade da declaração. Declarações mais simples podem ter custos menores, enquanto declarações mais complexas, com múltiplas fontes de renda e investimentos, podem ter honorários mais altos.
  • Valor Fixo:

    • Alguns contadores oferecem pacotes com um preço fixo para a declaração de Imposto de Renda, independentemente da complexidade. Isso pode proporcionar transparência aos clientes sobre os custos envolvidos.
  • Porcentagem do Valor do Imposto devido ou Restituição:

    • Em alguns casos, contadores podem cobrar uma porcentagem do valor total de imposto devido ou da restituição obtida. Essa abordagem pode incentivar o contador a buscar maneiras de otimizar a situação fiscal do cliente.

É recomendável entrar em contato diretamente com contadores locais, obter orçamentos e discutir as necessidades específicas antes de tomar uma decisão. Os custos podem variar, e a escolha do contador deve levar em consideração a experiência, confiabilidade e o custo-benefício oferecidos.

Como a Contabilidade Lage pode ajudar sua empresa com declaração de imposto de renda:

 

A Lage Contabilidade pode ajudar sua empresa com a declaração de imposto de renda de diversas maneiras:

1. Expertise e conhecimento:

  • A equipe da Lage Contabilidade é composta por profissionais altamente qualificados e experientes em contabilidade e tributação, o que garante que sua declaração de imposto de renda seja feita de forma correta e segura, evitando erros e multas.
  • Eles estão atualizados com as últimas leis e normas fiscais, o que garante que sua empresa esteja em conformidade com todas as obrigações fiscais.

2. Economia de tempo e recursos:

  • A Lage Contabilidade se encarrega de todo o processo de declaração de imposto de renda, desde a coleta de documentos até a entrega da declaração, liberando você e sua equipe para focar em outras atividades estratégicas da empresa.
  • Isso pode gerar uma economia significativa de tempo e recursos, pois você não precisará investir na capacitação de funcionários para lidar com a complexa legislação fiscal brasileira.

3. Assessoria personalizada:

  • A Lage Contabilidade oferece um atendimento personalizado e individualizado para cada cliente, de acordo com as suas necessidades específicas.
  • A equipe da Lage Contabilidade está disponível para esclarecer dúvidas e fornecer orientações sobre a declaração de imposto de renda, ajudando você a tomar decisões mais informadas sobre a sua situação fiscal.

4. Segurança e confiabilidade:

  • A Lage Contabilidade é uma empresa sólida e confiável, com mais de 20 anos de experiência no mercado.
  • A empresa oferece um ambiente seguro para seus clientes, com sigilo absoluto de todas as informações fiscais.

5. Tecnologia avançada:

  • A Lage Contabilidade utiliza ferramentas tecnológicas avançadas para otimizar o processo de declaração de imposto de renda, garantindo maior agilidade e eficiência.
  • Isso permite que você acompanhe o andamento da sua declaração em tempo real e tenha acesso a todas as informações relevantes sobre a sua situação fiscal.

Alguns serviços específicos que a Lage Contabilidade oferece para a declaração de imposto de renda de empresas:

  • Apuração do lucro real, presumido ou arbitrado;
  • Preenchimento e entrega da Declaração de Ajuste Anual (DAA);
  • Elaboração de guias de pagamento de imposto de renda;
  • Assessoria em caso de dúvidas ou pendências com a Receita Federal.

Vale ressaltar que a consulta com um profissional de contabilidade é sempre recomendada para garantir que sua empresa esteja em conformidade com todas as obrigações fiscais.

Conclusão:

Em meio à intricada teia de normas fiscais, a declaração de Imposto de Renda se destaca como uma obrigação que demanda precisão e compreensão. Neste processo, a parceria com profissionais contábeis qualificados torna-se não apenas uma escolha prudente, mas um investimento na tranquilidade financeira. A busca por maximizar restituições ou minimizar encargos fiscais exige uma análise minuciosa e experiente, assegurando conformidade com as normas em constante evolução.

Seja na simplificação de declarações mais diretas ou na navegação por declarações complexas, a Contabilidade Lage se coloca como sua aliada estratégica. Com uma equipe comprometida e especializada, estamos prontos para guiar você de forma rápida e objetiva sobre qualquer assunto relacionado ao Imposto de Renda da sua empresa, otimizando suas obrigações fiscais e proporcionando uma experiência tranquila. 

Sua tranquilidade financeira começa aqui, na Contabilidade Lage. Entre em contato 

Principais serviços de contabilidade para empresa

Compartilhe:

Rolar para cima