Procedimento de legalização de empresa: como fazer?

Iniciar e conduzir um negócio de sucesso demanda mais do que uma visão empreendedora e um plano de negócios robusto; requer também o entendimento claro e eficiente dos procedimentos de legalização da empresa. 

O caminho para tornar uma empresa legalmente constituída envolve uma série de passos cruciais, desde a escolha do tipo de empresa até a obtenção de licenças e registros necessários. 

No artigo a seguir, exploraremos em detalhes o procedimento de legalização de empresas: como realizar cada etapa, os documentos necessários e, claro, uma análise transparente dos custos envolvidos. Se você está prestes a iniciar sua jornada empresarial ou busca informações para regularizar seu empreendimento, este guia abrangente fornecerá as orientações necessárias para navegar com sucesso pelo processo de legalização.

O que é a legalização de uma empresa?

A legalização de uma empresa refere-se ao conjunto de procedimentos e etapas necessárias para conferir legalidade e regularidade a um empreendimento. Esse processo visa formalizar a existência da empresa perante os órgãos governamentais e garantir o cumprimento das normas legais, tributárias e regulatórias que regem a atividade empresarial. Os principais objetivos da legalização de uma empresa incluem:

  1. Constituição Jurídica: Definir a estrutura jurídica da empresa, seja como sociedade limitada, sociedade anônima, empresário individual ou outra forma prevista na legislação.
  2. Registro nos Órgãos Competentes: Realizar os registros necessários nos órgãos competentes, como a Junta Comercial, para formalizar a existência da empresa.
  3. Obtenção de CNPJ: Obter o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), que é o registro junto à Receita Federal, permitindo que a empresa emita notas fiscais, abra contas bancárias e cumpra suas obrigações fiscais.
  4. Inscrição Estadual e Municipal: Para empresas que realizam atividades sujeitas à incidência de ICMS, é necessário obter a Inscrição Estadual. Além disso, algumas atividades requerem a inscrição municipal.
  5. Licenças e Autorizações Específicas: Dependendo do ramo de atividade, a empresa pode precisar de licenças específicas, como alvarás sanitários, ambientais ou outras autorizações setoriais.
  6. Regularização Trabalhista: Cumprir com as obrigações trabalhistas, como registro de empregados, pagamento de encargos sociais e cumprimento das normas trabalhistas vigentes.
  7. Cumprimento de Obrigações Tributárias: Adotar as práticas necessárias para o cumprimento das obrigações tributárias, como o pagamento de impostos federais, estaduais e municipais.
  8. Elaboração e Arquivamento de Contratos Sociais: Elaborar o contrato social, documento que estabelece as regras e normas da sociedade, e arquivá-lo nos órgãos competentes.

A legalização não se trata apenas de cumprir formalidades, mas também de assegurar que a empresa opere de acordo com a legislação, protegendo os interesses dos sócios, colaboradores e demais stakeholders. É um passo fundamental para o funcionamento seguro e sustentável de qualquer empreendimento.

Quais são os passos para a legalização de uma empresa?

A legalização de uma empresa envolve uma série de passos que podem variar dependendo do tipo de negócio, localização e estrutura jurídica. Aqui estão os passos gerais para a legalização de uma empresa:

1. Definição do tipo de empresa:

Sociedades Empresárias:

  • Limitada (LTDA.): Responsabilidade limitada dos sócios ao capital social.
  • Anônima (S/A.): Capital dividido em ações, com livre negociação.
  • Simples Nacional: Regime tributário simplificado para empresas de pequeno porte.
  • Eireli: Sociedade Limitada Unipessoal, com um único sócio.
  • Sociedade em Comandita Simples e por Ações: Sócios comanditários (responsabilidade limitada) e comanditados (responsabilidade ilimitada).

Outros tipos:

2. Elaboração da documentação:

  • Contrato Social ou Estatuto Social: Deve conter informações sobre a empresa, como nome, objeto social, capital social, sede, administração, etc.
  • Viabilidade de Nome Empresarial: Consulta na Junta Comercial para verificar a disponibilidade do nome.
  • Requerimento de Empresário Individual: Para abertura de EI.
  • Certidão de Nascimento ou Casamento: Dos sócios e/ou titular.
  • Comprovante de Endereço: Dos sócios e/ou titular.
  • Comprovante de Pagamento de Capital Social: Depósito bancário em nome da empresa.
  • Alvará de Funcionamento: Emitido pela Prefeitura Municipal.
  • Licença Sanitária: Para empresas que manipulam alimentos ou produtos de saúde.
  • Outros documentos: De acordo com o tipo de empresa e atividade.

3. Registro da empresa:

  • Junta Comercial: Registro do Contrato Social ou Estatuto Social.
  • Receita Federal do Brasil (RFB): Obtenção do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).
  • Secretaria de Estado da Fazenda: Inscrição Estadual (se necessário).
  • Caixa Econômica Federal: Inscrição no FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

4. Abertura de conta bancária:

  • Abertura de conta corrente em nome da empresa.
  • Depósito do capital social.
  1. Regularização junto aos órgãos competentes:

1) Receita Federal do Brasil (RFB):

    • Cadastramento no SIMEI (MEI).
    • Obtenção do Certificado Digital.
    • Declarações e obrigações fiscais.

2) INSS (Instituto Nacional do Seguro Social):

    • Cadastramento da empresa.
    • Guia de Contribuição Previdenciária (GPS).

3) Ministério do Trabalho e Previdência:

    • Registro do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).
    • Obrigações trabalhistas.

6. Contratação de contador:

Observações:

  • Os procedimentos podem variar de acordo com o tipo de empresa, atividade e estado.
  • Consulte a Junta Comercial, Prefeitura Municipal e órgãos competentes para obter mais informações.
  • É importante ter um plano de negócios antes de iniciar o processo de legalização.

Dicas:

  • Comece o processo de legalização com antecedência.
  • Tenha todos os documentos necessários em mãos.
  • Busque ajuda profissional de um contador ou advogado.
  • Mantenha-se atualizado com as obrigações legais da empresa.

Lembre-se:

A legalização da empresa é fundamental para garantir o seu funcionamento regular e evitar problemas com a justiça.

Recomendações:

  • Consulte um contador para obter orientação específica para o seu caso.
  • Utilize ferramentas online como o Portal do Empreendedor para facilitar o processo de legalização.
  • Mantenha-se informado sobre as mudanças na legislação

Quanto custa a legalização de uma empresa?

O custo da legalização de uma empresa no Brasil varia de acordo com diversos fatores, como:

1. Tipo de empresa:

Sociedades Empresárias:

  • Limitada (LTDA.): R$ 500 a R$ 3.000 (em média).
  • Anônima (S/A.): R$ 1.000 a R 5.000 (em média).
  • Simples Nacional: R$ 500 a R 2.000 (em média).
  • Eireli: R$ 500 a R 2.000 (em média).
  • Sociedade em Comandita Simples e por Ações: Varia de acordo com o tipo de sociedade.

Outros tipos:

  • Empresário Individual (EI): R$ 300 a R 1.000 (em média).
  • Microempreendedor Individual (MEI): Gratuito.

2. Estado:

  • Taxas de registro na Junta Comercial variam de acordo com o estado.
  • Impostos e taxas municipais também variam.

3. Complexidade da empresa:

  • Empresas com atividades mais complexas podem ter custos adicionais com licenças e alvarás.
  • Assessoria de contador ou advogado também pode aumentar os custos.

4. Porte da empresa:

  • Empresas de maior porte geralmente têm custos mais elevados.

5. Forma de abertura:

  • Abrir online via plataformas como o Redesim pode reduzir custos.

Alguns custos específicos incluem:

  1. Registro na Junta Comercial: R$ 60 a R 600 (em média).
  2. Alvará de Funcionamento: R$ 50 a R 500 (em média).
  3. Licença Sanitária: R$ 100 a R 1.000 (em média).
  4. Certificado Digital: R$ 100 a R 300 (em média).
  5. Honorários de contador: R$ 500 a R 5.000 (em média).
Lembre-se:
  • Os valores citados acima podem variar para maior ou menor, se tratando apenas de uma estimativa de preço. Para um orçamento preciso é necessário entrar em contato com um profissional de contabilidade.
  • O investimento na legalização da empresa é fundamental para evitar problemas futuros.
  • Consulte um contador ou advogado para obter orientação específica para o seu caso.

Como a Contabilidade Lage pode te ajudar com a legalização de empresa:

A Lage Contabilidade pode ajudar com a legalização da sua empresa de diversas maneiras:

  1. Assessoria completa:
  • A equipe da Lage Contabilidade oferece suporte em todas as etapas do processo de legalização, desde a escolha do tipo de empresa até o registro na Junta Comercial e órgãos competentes.
  • Orientação sobre a legislação vigente e os documentos necessários para cada etapa.
  1. Agilidade e eficiência:
  • A Lage Contabilidade possui experiência e conhecimento para agilizar o processo de legalização da sua empresa, evitando atrasos e burocracias.
  • Profissionais especializados para cuidar de todas as etapas do processo, liberando você para focar no seu negócio.
  1. Redução de custos:
  • A Lage Contabilidade pode ajudar a reduzir os custos da legalização da sua empresa, através de soluções personalizadas e otimização de processos.
  • Negociação de taxas e serviços com órgãos competentes.
  1. Segurança e confiabilidade:
  • A Lage Contabilidade é uma empresa com anos de experiência e um histórico de sucesso na legalização de empresas.
  • Equipe qualificada e experiente para garantir que a sua empresa seja legalizada de forma correta e segura.
  1. Tranquilidade e foco no seu negócio:
  • Com a ajuda da Lage Contabilidade, você terá a tranquilidade de saber que a legalização da sua empresa está em boas mãos.
  • Foco no seu negócio enquanto a Lage Contabilidade cuida de toda a parte burocrática da legalização.

Outros benefícios:

  • Elaboração de documentos e contratos.
  • Registro em órgãos competentes.
  • Obtenção de licenças e alvarás.
  • Assessoria em contabilidade, impostos e finanças.

A legalização da sua empresa é um processo importante que garante a segurança e o sucesso do seu negócio. A Lage Contabilidade pode ser um parceiro valioso para te auxiliar nesse processo.

Recomendações:

  • Verifique a reputação da empresa antes de contratá-la.
  • Solicite orçamentos de diferentes empresas para comparar preços e serviços.
  • Leia atentamente o contrato antes de assiná-lo.
  • Certifique-se de que a empresa possui profissionais qualificados e experientes.

Conclusão:

Em um universo empresarial onde a legalidade é o alicerce para o crescimento sustentável, os passos para a legalização de uma empresa se revelam como a base essencial para o sucesso empreendedor. 

Este artigo buscou iluminar os caminhos intricados desse processo, destacando a importância de cada etapa para assegurar que o empreendimento opere em conformidade com as normas e regulamentos aplicáveis. 

A legalização não é apenas um requisito burocrático, mas uma estratégia que promove a segurança jurídica, atrai investimentos e constrói a confiança tanto dos colaboradores quanto dos clientes.

Se a legalização de sua empresa é a próxima etapa em sua jornada empreendedora, a Contabilidade Lage Consultoria está pronta para ser sua parceira nesse caminho. Com anos de experiência e um compromisso inabalável com a excelência contábil, oferecemos suporte personalizado para garantir que cada passo seja executado de forma eficiente e dentro dos parâmetros legais. 

Descubra como podemos tornar a legalização do seu negócio uma transição suave e bem-sucedida. Sua visão empreendedora merece a expertise da Contabilidade Lage Consultoria. Entre em contato

Compartilhe:

Rolar para cima