O que é PMC IBGE?

Mas afinal, o que é pmc ibge ? O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é um papel crucial na coleta e disseminação de informações vitais sobre a economia do país. Duas das principais ferramentas utilizadas para compreender o cenário comercial e de serviços são a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).
Este artigo completo abordará suas metodologias, propósitos e como suas análises impactam a compreensão do desempenho econômico nacional. Desde os indicadores avaliados até os desafios enfrentados na coleta de dados, desvendaremos todos os aspectos dessas importantes pesquisas realizadas pelo IBGE.

Como funciona o instituto do IBGE?

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é um órgão público federal, vinculado ao Ministério da Economia, responsável pela coleta, análise e divulgação de dados estatísticos sobre o território brasileiro e a sua população.

O IBGE foi criado em 1934, com o objetivo de organizar e coordenar as atividades de estatística no Brasil. Desde então, o instituto vem realizando uma série de pesquisas e levantamentos, que fornecem informações essenciais para o planejamento do desenvolvimento econômico e social do país.

As principais funções do IBGE são:

  • Produção e análise de informações estatísticas: O IBGE coleta dados sobre uma ampla gama de temas, incluindo população, economia, educação, saúde, meio ambiente, entre outros. Essas informações são analisadas pelo instituto e disponibilizadas ao público, por meio de publicações e relatórios.
  • Coordenação e consolidação das informações estatísticas: O IBGE coordena as atividades de estatística em todo o Brasil, garantindo a qualidade e a consistência dos dados coletados.
  • Produção e análise de informações geográficas: O IBGE também coleta e analisa dados sobre o território brasileiro, incluindo mapas, cartas topográficas e imagens de satélite.

O IBGE é um órgão importante para o Brasil, pois fornece informações essenciais para o planejamento do desenvolvimento econômico e social do país. Os dados coletados pelo instituto são utilizados por governos, empresas, organizações e pesquisadores de todo o mundo.

Como o IBGE funciona?

O IBGE é organizado em cinco unidades regionais, que abrangem todo o território brasileiro. Cada unidade regional é composta por uma sede e por unidades descentralizadas, localizadas nos principais municípios da região.

A coleta de dados é realizada por meio de uma rede de recenseadores, entrevistadores e supervisores. Os recenseadores são responsáveis pela coleta de dados em domicílios, enquanto os entrevistadores e supervisores são responsáveis pelo treinamento e supervisão dos recenseadores.

As informações coletadas são armazenadas e processadas por meio de um sistema de informação integrado, que permite ao IBGE gerar relatórios e análises de forma rápida e eficiente.

Principais pesquisas e levantamentos do IBGE

O IBGE realiza uma série de pesquisas e levantamentos, que são fundamentais para o planejamento do desenvolvimento econômico e social do país. É hora de conhecer algumas das principais pesquisas e levantamentos do IBGE:

  1. Censo Demográfico:

    O Censo Demográfico é realizado a cada dez anos e fornece informações sobre a população brasileira, incluindo tamanho, composição, distribuição e características socioeconômicas.

  2. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD):

    A PNAD é realizada anualmente e fornece informações sobre as condições de vida da população brasileira, incluindo renda, emprego, educação, saúde, entre outros.

  3. Pesquisa Mensal de Emprego (PME):

    A PME é realizada mensalmente e fornece informações sobre o mercado de trabalho brasileiro, incluindo emprego, desemprego, rendimentos, entre outros.

  4. Pesquisa Industrial Anual (PIA):

    A PIA é realizada anualmente e fornece informações sobre a indústria brasileira, incluindo produção, emprego, investimentos, entre outros.

  5. Pesquisa Agrícola Municipal (PAM):

    A PAM é realizada anualmente e fornece informações sobre a agricultura brasileira, incluindo produção, área plantada, produtividade, entre outros.

As informações coletadas pelo IBGE são utilizadas por governos, empresas, organizações e pesquisadores de todo o mundo. Os dados coletados pelo instituto são essenciais para o planejamento do desenvolvimento econômico e social do Brasil.

PMC e PMS: Entendendo as Pesquisas do IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realiza diversas pesquisas para fornecer informações detalhadas sobre a economia brasileira. Duas delas, a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), são cruciais para compreender o desempenho desses setores. Vamos explorar cada uma delas.

1. PMC – Pesquisa Mensal de Comércio:

A PMC é uma pesquisa do IBGE que coleta dados sobre o volume de vendas do comércio varejista brasileiro. Ela oferece informações mensais que permitem análises sobre o desempenho do setor.

Importância da PMC:

  • Indicador Econômico: A PMC é um indicador econômico fundamental para compreender a atividade comercial, ajudando a identificar tendências, variações sazonais e contribuindo para a tomada de decisões.
  • Avaliação Regional: Permite analisar o desempenho do comércio em diferentes regiões do país, fornecendo uma visão abrangente da economia brasileira.
  • Acompanhamento do Consumo: Ao mensurar as vendas no varejo, a PMC fornece insights valiosos sobre o comportamento do consumidor, sendo uma ferramenta essencial para empresas e analistas de mercado.

2. PMS – Pesquisa Mensal de Serviços:

Assim como a PMC, a PMS é conduzida mensalmente pelo IBGE e se concentra no setor de serviços. Essa pesquisa oferece dados sobre a receita bruta de serviços prestados no Brasil.

Importância da PMS:

  • Setor de Serviços: A PMS é essencial para entender o desempenho do setor de serviços, que desempenha um papel significativo na economia brasileira.
  • Indicador de Tendências: Os dados da PMS ajudam a identificar tendências no setor de serviços, possibilitando análises sobre crescimento, retração e mudanças no padrão de consumo de serviços.
  • Informações Detalhadas: Oferece informações detalhadas sobre diversos segmentos de serviços, permitindo uma análise específica de cada área.

Metodologia de Coleta de Dados do PMS e PMC IBGE

A coleta de dados na PMS, voltada para o setor de serviços, e na PMC, que foca no comércio, não é apenas um procedimento técnico; é um intricado processo que busca captar a realidade de variados segmentos econômicos.A compreensão dessa metodologia é essencial para interpretar os indicadores econômicos que moldam as estratégias e as decisões no Brasil. 

Amostragem:

A coleta de dados para as Pesquisas Mensais de Comércio (PMC) e de Serviços (PMS) do IBGE envolve uma cuidadosa estratégia de amostragem. A amostra é composta por empresas que representam diferentes segmentos e regiões do Brasil. Essa seleção é feita de maneira a garantir a representatividade estatística dos dados coletados.

Questionários:

As empresas selecionadas para participar dessas pesquisas respondem a questionários detalhados. Esses questionários são desenvolvidos para extrair informações específicas sobre suas atividades comerciais ou de serviços. Eles abrangem temas como volume de vendas, receita bruta, características do público-alvo e outros detalhes relevantes.

Entrevistas e Registros:

A coleta de dados ocorre por meio de entrevistas presenciais ou eletrônicas, dependendo da disponibilidade e preferência da empresa participante. Além disso, os pesquisadores do IBGE também têm acesso a registros administrativos, como notas fiscais eletrônicas, o que contribui para a precisão e abrangência dos dados.

Tratamento Estatístico:

Após a coleta, os dados são submetidos a um rigoroso processo de tratamento estatístico. Esse processo inclui verificações de consistência, ajustes sazonais e outras técnicas estatísticas para garantir que os resultados sejam representativos e confiáveis.

Confidencialidade e Agregação:

O IBGE assegura a confidencialidade dos dados individuais das empresas participantes. As informações coletadas são agregadas e divulgadas de forma a não identificar empresas específicas. Isso garante que as organizações possam compartilhar dados cruciais sem receios quanto à exposição de informações sensíveis.

Periodicidade e Divulgação:

Tanto a PMC quanto a PMS são pesquisas mensais, proporcionando uma visão dinâmica do comportamento do comércio e serviços. Os resultados são divulgados mensalmente pelo IBGE, oferecendo à sociedade informações atualizadas e relevantes sobre a economia brasileira.

Segmentos Abrangidos pela PMC (Pesquisa Mensal de Comércio)

A PMC, conduzida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é uma pesquisa fundamental que abrange diversos segmentos do comércio varejista no Brasil. Essa abrangência se torna crucial para capturar a diversidade e dinâmica do cenário comercial do país. Abaixo, destacam-se alguns dos principais segmentos monitorados pela PMC:

  1. Comércio de veículos, peças e acessórios: Inclui a venda de automóveis, motocicletas, peças e acessórios relacionados.
  2. Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo: Envolvem estabelecimentos que comercializam alimentos, bebidas, produtos de higiene e fumo.
  3. Tecidos, vestuário e calçados: Compreende o varejo de roupas, tecidos e calçados.
  4. Móveis e Eletrodomésticos: Inclui lojas que vendem móveis, eletrodomésticos e produtos relacionados.
  5. Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos: Abrange farmácias e estabelecimentos que vendem produtos farmacêuticos e de beleza.
  6. Livros, jornais, revistas e papelaria: Envolvem o comércio varejista de materiais de leitura e papelaria.
  7. Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação: Inclui a venda de produtos relacionados a escritório, informática e comunicação.
  8. Outros artigos de uso pessoal e doméstico: Engloba uma variedade de produtos, como relógios, joias, brinquedos, entre outros.

Esses segmentos oferecem uma panorâmica abrangente das atividades comerciais, permitindo uma análise mais detalhada e específica de cada setor. A PMC, ao monitorar mensalmente esses segmentos, proporciona uma compreensão mais profunda das tendências e variações no comércio varejista brasileiro.

Como calcular o PME e PMC?

O PME (prazo médio de estocagem) e o PMC (prazo médio de cobrança) são dois indicadores de liquidez que ajudam a medir a eficiência da gestão do capital de giro de uma empresa.

O PME mede o tempo que a empresa leva para estocar seus produtos ou serviços. O PMC mede o tempo que a empresa leva para receber o pagamento de suas vendas.

Passo a passo para calcular o PME:

  1. Divida o estoque médio pela média mensal das vendas.

PME = Estoque médio / Média mensal das vendas

Exemplo:

  • Uma empresa que tem um estoque médio de R$ 100.000 e uma média mensal de vendas de R$ 50.000 terá um PME de 2 meses, calculado da seguinte forma:

PME = 100.000 / 50.000

Passo a passo para calcular o PMC:

  1. Divida as vendas a prazo pela média mensal das vendas.

PMC = Vendas a prazo / Média mensal das vendas

Exemplo:

  • Uma empresa que tem vendas a prazo de R$ 30.000 e uma média mensal de vendas de R$ 50.000 terá um PMC de 6 meses, calculado da seguinte forma:

PMC = 30.000 / 50.000 0,6

Interpretação:

  • Um PME baixo indica que a empresa está estocando seus produtos ou serviços por um período de tempo menor. Isso pode ser um indicador de eficiência, pois a empresa está vendendo seus produtos ou serviços mais rapidamente.
  • Um PMC alto indica que a empresa está recebendo o pagamento de suas vendas por um período de tempo maior. Isso pode ser um indicador de ineficiência, pois a empresa está tendo que esperar mais para receber o dinheiro de suas vendas.

Relação entre PME e PMC:

O PME e o PMC estão relacionados, pois ambos influenciam o ciclo financeiro da empresa. O ciclo financeiro é o período de tempo entre o pagamento de fornecedores e o recebimento de clientes.

  • Um PME baixo e um PMC alto podem levar a um ciclo financeiro negativo, o que significa que a empresa está gastando mais dinheiro do que está recebendo.
  • Um PME alto e um PMC baixo podem levar a um ciclo financeiro positivo, o que significa que a empresa está recebendo mais dinheiro do que está gastando.

As empresas devem monitorar o PME e o PMC regularmente para identificar oportunidades de melhorar a eficiência da gestão do capital de giro.

Cálculos PME, PMS e PMC IBGE: Implementando soluções tecnológicas que simplifiquem e otimizem os processos da sua empresa

A implementação de soluções tecnológicas para simplificar e otimizar os processos relacionados aos cálculos de PMC (Pesquisa Mensal do Comércio), PME (Pesquisa Mensal de Emprego) e PMS (Pesquisa Mensal de Serviços) é uma iniciativa estratégica que pode proporcionar eficiência, precisão e rapidez na coleta e análise de dados. Aqui estão algumas maneiras como a Lage Contabilidade pode contribuir para essa implementação:

1. Análise e Mapeamento de Processos:

Inicia-se com uma análise aprofundada dos processos atuais relacionados a PMC, PME e PMS. Isso envolve mapear as etapas envolvidas na coleta, processamento e análise de dados, identificando pontos de melhoria e automação.

2. Desenvolvimento de Ferramentas Personalizadas:

Com base na análise, a Lage Contabilidade pode desenvolver ferramentas personalizadas para automatizar partes ou todos os processos. Isso pode incluir sistemas de coleta de dados, plataformas analíticas e dashboards interativos.

3. Integração de Sistemas:

Integração eficiente de novas soluções com sistemas existentes. A Lage busca garantir uma integração sem falhas para manter a continuidade operacional e evitar redundâncias.

4. Coleta Automatizada de Dados:

Implementação de sistemas que automatizam a coleta de dados, reduzindo a dependência de processos manuais e minimizando erros. Isso pode incluir tecnologias como web scraping, APIs ou outras formas de automação.

5. Análise Avançada e Inteligência Artificial:

Incorporação de técnicas avançadas de análise de dados, como machine learning e inteligência artificial, para extrair insights mais profundos e identificar padrões significativos nos conjuntos de dados.

6. Segurança da Informação:

Implementação de medidas rigorosas de segurança da informação para garantir a proteção dos dados sensíveis envolvidos nessas pesquisas.

7. Treinamento Especializado:

Oferta de treinamentos especializados para a equipe que utilizará as novas soluções. Isso garante que os usuários estejam confortáveis e competentes ao utilizar as ferramentas implementadas.

8. Suporte Contínuo e Atualizações:

Fornecimento de suporte contínuo após a implementação, incluindo atualizações regulares do software para garantir que as soluções estejam alinhadas com as necessidades em constante evolução.

9. Acessibilidade e Usabilidade:

Foco na criação de soluções acessíveis e de fácil uso para garantir que os usuários, mesmo com diferentes níveis de habilidades técnicas, possam utilizar efetivamente as ferramentas implementadas.

10. Conformidade com Regulamentações:

Certificação de que todas as soluções desenvolvidas estejam em conformidade com as regulamentações específicas que regem as pesquisas mensais, garantindo a legitimidade e validade dos dados coletados.

Conclusão:

As pesquisas PMC e PMS do IBGE desempenham um papel crucial na análise econômica do Brasil, proporcionando informações valiosas para empresas, investidores e órgãos governamentais.
Ao entender o que são essas pesquisas e como utilizá-las, é possível obter insights valiosos sobre a dinâmica do comércio e serviços no país. A Lage Contabilidade pode te ajudar a implementar soluções tecnológicas, visando simplificar e otimizar os processos envolvidos nas pesquisas do IBGE, contribuindo para a eficiência, qualidade e agilidade na coleta e análise de dados essenciais para a compreensão do panorama econômico.Precisando de suporte com este tema, entre em contato conosco, a Lage Contabilidade possui experiência de 30 anos de mercado, e pode te ajudar!

Compartilhe:

Rolar para cima